28 de maio de 2010

Pastor Manoel Ferreira: "Se Crivella entrar por uma porta, eu saio por outra"



 Pastor Manoel Ferreira, pré-candidato do PR ao Senado, disse nesta quinta-feira ser impossível ele trocar sua candidatura ao Congresso pela vaga de vice na chapa de Anthony Garotinho (PR), postulante ao governo do Rio, a favor de uma aliança de seu partido com o também pré-candidato a senador Marcelo Crivella, do PRB.

De acordo Manoel Ferreira, apenas uma condição o levaria a aceitar uma coligação com Crivella: que o senador trouxesse para a aliança, além do PRB, o PTB e o PDT, por enquanto dados como certos na base de apoio à reeleição de Sérgio Cabral (PMDB).

_ Inclusive já disse isso ao (ex-)governador (Garotinho). Se o Crivella entrar por uma porta, eu saio por outra. Minha candidatura ao Senado tem o caráter irrevogável. Mas sei que estou num jogo. E num jogo ninguém tem certeza de nada _ disse Ferreira. _ Só se ele trouxesse o PDT e o PTB, além do PRB, poderíamos conversar _ continuou.

Mesmo se Crivella conseguisse atrair o PTB e do PDT, no entanto, Manoel Ferreira diz que sua candidatura seria mantida.

_ O Crivella seria o segundo candidato ao Senado da chapa _ afirmou o pastor, sugerindo que, se o PDT entrasse na coligação, poderia indicar o candidato a vice, propondo o nome do deputado Wagner Montes (PDT).

Até agora, nem Garotinho nem Crivella anunciaram alianças, continuando isolados. Ambos vêm conversando, no entanto, sobre uma possível coligação. Mas Crivella e Manoel Ferreira, além de pertencerem a grupos evangélicos diferentes, carregam divergências do passado, como nas eleições municipais de 2008, quando Ferreira fazia campanha para o adversário de Crivella, o agora prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Além da exigência a Crivella para que atraia outros partidos, o próprio Garotinho, no lançamento de sua pré-candidatura, em abril, já havia imposto condições para o apoio à pré-candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT). Entre elas, se os petistas trouxessem para o lado do PR partidos aliados do governo, de olho no mesmo PDT.

Fonte: O Globo Online
Via: Folha Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .